Coxinha da Pastelaria da Maria.

Salvem, Salvem, ditosos amantes do cone…

Sempre visando honrar nossos compromissos com vocês, que avidamente aguardam nossas atualizações, aqui vai mais uma.

Porém antes de faze-la, queremos agradecer a Todos que nas últimas semanas acessaram esse humilde reduto, aqueles que nos mandaram e-mails com boas dicas (que já estão anotadas no caderninho) e acessos a nossa Fanpage no Facebook….

Bom mas agora vamos tratar de negócios…

Hoje é dia de feira aqui perto de casa, e isso significa Pastel com Garapa, não é?! Sim, pequenos gafanhotos, mas claro que eu já fui com a ideia de provar também a coxinha. A barraca que escolhi, é a Pastel da Maria, já ganhadora de dois premios do melhor pastel de feira de São Paulo e eleito também o melhor pastel de Sampa pela Veja SP. Bom, mas o que tem o pastel com esse blog? Nada… Mas…. Na barraca da Maria também tem coxinha e claro que foi por conta dela que fui lá, afinal queria saber se o melhor pastel de SP tem uma coxinha a altura.

fonte: Site da Pastelaria

Já de cara percebi que elas não são fritas na hora, ficam em uma estufa daquelas de vidro, mas que não estava quente, logo ao toque percebi que o nosso santo salgado estava a temperatura ambiente. Poxa, se as fritadeiras estão ali a todo vapor fritando os tão aclamados pasteis, porque não fritar também a coxinha na hora?

Mas vamos deixar que as notas façam o seu papel e nos digam quanto vale essa coxinha…

As notas:

Gabú
Casca  4
Massa
Leveza  5
Tempero  7
Espessura  6
Frango
Compactação  6
Tempero 6
Quantidade  5
Qualid. Do Desfiado  7
Conjunto da Obra Formato  8
Oleosidade  5
Sabor  7
Tamanho  7
Total  73

Custo: R$ 3,00

Meus Comentários: A coxinha de feira foi uma boa pedida. A casca, acho que por já estar fria e armazenada na estufa, estava bem sem graça, nada de mais. A massa foi uma boa surpresa, massa não muito leve beirando a massa pesada, mas bem temperada, pareceu-me que ela é temperada com a água de cozimento do frango, pois até tem uma cor alaranjada; um pouco salgada. O Frango estava bem gostoso, tempero padrão, coloração cúrcuma clássica,  mas em relação ao tamanho da coxinha, deixou a desejar na quantidade, tanto que da metade para baixo, é só massa, que como já disse não é leve. Mas no geral foi satisfatória.

VALE OU NÃO VALE? Vale sim!!!!

Pastelaria da Maria – http://www.pasteldamaria.net.br/

Endereços:

Endereços - Fonte: Site da Pastelaria


Anúncios
Esse post foi publicado em Coxinha, Feira livre, Gabú, Pompéia, Zona Oeste e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s