Coxinha da Doceria Marrom Glacê

Saudações mais que cordiais,

Essa semana fomos a Doceria Marrom Glace, no Bairro de Mirandópolis, para a árdua tarefa de provar coxinhas e dividir com vocês nossas impressões.

Quem nos indicou a Marrom Glace foi a Yumi Chan por e-mail. Faz um tempão já. E nada de nós irmos lá, isso porque é a menos de 2Km de onde trabalhamos. Mas ontem criamos vergonha cara e lá fomos, Eu e Piero. O Yudi comeu no Laboratório, nós levamos uma para ele avaliar.

A Marron Glace é uma doceria pequena e bem simples, com uma vitrine cheia de suspiros, frutas cristalizadas, e outras delicias dulcíssimas. Ela é pequena, com apenas uma mesinha do lado de dentro e um balcão que acomoda umas 7 pessoas. Nas prateleiras internas da doceria vimos mais e mais coisas doces com uma cara de serem deliciosas, bolos, docinhos individuais em geral!! A casa ao que parece, na verdade com toda certeza, é de Palmeirenses pois logo se nota a quantidade de posters do time, representando várias vitorias em campeonatos.

Ah! Mas chega de delongas vamos ao que interessa! Escondido em um cantinho do balcão lá estavam elas, sim, elas, os nossos objetos de desejo. Douradas, conicamente cônicas, implorando para serem descobertas…

E como não resistimos a esse apelo, pedimos…

E avaliamos

Gabú Piero Yudi
Casca 8 9 8
Massa
Leveza  7 7 8
Tempero 6 9 8
Espessura 7 7 8
Frango
Compactação 6 6 7
Tempero  7 8 9
Quantidade  6 7 9
Qualid. Do Desfiado  7 6 8
Conjunto da Obra Formato  7 7 9
Oleosidade  8 8 9
Sabor  8 8 8
Tamanho  8 8 8
Total  85 90 99

Custo R$ 3,00

Os comentários

Gabú: Ao chegarmos na frente da Doceria, não vimos as coxinhas, até achamos que não existiam, mas quando entramos, lá estavam. A casca foi amor a primeira mordida, dourada e crocante de fazer Croc na boca, espetacular. Massa macia, nem fina nem grossa, na medida correta para envolver o frango, se fazer notar mas sem pesar na boca, uma pena que não tinha muito tempero, para o meu paladar faltou um toque de sal, mas dava pra ver que usaram caldo de frango para prepará-la. O recheio estava bem gostoso, temperado com parcimônia, mas bem feito, com tomate picadinho, cebola, cheiro verde. Um recheio clássico. Tamanho bom, daquele que te deixa com vontade para pedir mais uma. Pouco gordurosa, na verdade, bem pouco gordurosa. Há uma película de requeijão na bundinha dela, nada que atrapalhe aqueles que não gostam, e até que dá um toque bacana no final.

Piero: Incrível. Que casca é essa! Faz tempo que não encontro casca do Sacro Salgado tão sonora! Achei que a massa estava um pouco grudenta demais, mas não prejudica o sabor. O frango pecou pela qualidade do desfiado, que compactou muito a carne. Sequinha, mas crocante! Achei que o Cone podia ser um pouco maior. Mas, até ai, comer a segunda não seria um problema.

Yudi: Excelente. Das melhores coxinhas que já comi. Imperdível. A massa é espessa na medida e bem sequinha. Frango muito gostoso, bem desfiado e temperado. Mas o melhor mesmo é a casquinha; solta e crocante. Dá vontade de comer duas. Uma de camada em camada e a segunda de uma vez só. Por isso voltei lá no outro dia.

Um post-scriptum. Ela é pontuda. Isso significa massa+casca em overdose, que juntas são tão boas que o estereótipo do formato de coxinha perfeita para mim caiu por terra. Um quê a mais. 9 pra forma.

Doceria Marron Glace
Rua Luis Goes, 1245
Mirandópolis, São Paulo, SP.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Avaliação, Coxinha, Gabú, Mirandópolis, Piero, Zona Sul e marcado , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Coxinha da Doceria Marrom Glacê

  1. Rack =) disse:

    ai gente que delícia!!!!!!!!!!!!
    Tem uma ali perto da 25 de março que é maravilhosa, no árabe da Comendador Afonso Kherlakian, qdo estiverem por ali, experimentem! Além das esfihas né?? HAHAHAH

  2. Rack =) disse:

    Ah! Chama Ponto Árabe =)

  3. Denise disse:

    Olá, tudo bem com vocês?
    Tivemos o privilégio em conhecer o Gabú, que é uma simpatia!!!
    Adorei o blog, preciso e divertido!!!!! Estão de parabéns!!!!!
    Não temos tanto conhecimento em coxinhas, mas deu vontade de experimentar do Marrom Glacê! Esse sonoro “croc” foi de doer as lombrigas! rsrsrs
    Abraços,
    Denise.

    • Gabú disse:

      Oi, Denise… Brigaduuuuu pelo elogio!!! rs.. Vou dizer que essa coxinha vale a pena. Nossa, senhora mãe de Deus, como foi bom. Lugarzinho simples e delicioso! Se passarem pela Vila Mariana deem uma parada lá…

      bejos

  4. RUGSON disse:

    BOAS A TODOS GOSTARIA DE PARABENIZAR PELA IDÉIA BRILHANTE SOU UM APAIXONADO POR COXINHA POR ISTO VOU DEIXAR MINHA INDICAÇÃO COMO AS MELHORES COXINHAS QUE JA COMI A PRIMEIRA É A DA DI CUNTO UMA DOÇARIA TRADICIONAL DA MOOCA ELA É PEQUENA PORÉM MAGNIFICA A SEGUNDA É A DA SANTA COXINHA QUE TAMBEM FICA NA ZONA LESTE NA VILA PRUDENTE É SIMPLESMENTE FANTASTICA VCS DEVEM EXPERIMENTAR ESTAS DELICIAS GARANTO PARA VCS ELAS ESTARÃO ENTRE AS PRIMEIRAS DO SITE.
    MEU PARABENS MAIS UMA VEZ.
    RUGSON DE SÃO CAETANO DO SUL HÁ 37 ANOS DEGUSTANDO ESTA IGUARIA.

  5. Eliana disse:

    Só uma correção. A Marrom Glace não fica na Vl Clementino e sim em Mirandopólis. Ali ainda é Mirandopolis

  6. Sebastião Ramos disse:

    As coxinhas da dona Geni, dona da Marrom Glacê, são show de bola!! Ela não tem mais os posteres do Julio Iglesias junto com os posteres do Palmeiras? kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s