Coxinha do FrangÓ

Salve, Salve Amantes do Sacro Cone, cá estamos para mais uma avaliação…

Sexta-feira (10/06/11) fomos finalmente provar a Coxinha do FrangÓ, uma das mais premiadas de da Paulicéia. Fomos nós três, Eu, o Piero e o Yudi; afinal essa prova degustativa merecia o apreço dos três mosqueteiros. Ah! e a Juliana (namorada do nosso querido Piero) também nos agraciou com o toque feminino na nossa Hora Feliz.

O FrangÓ é um bar muito conhecido da nossa cidade, sobretudo pela variedade de cervejas, principalmente as importadas, chegando fácil fácil a mais de 150 rótulos. O que torna a visita obrigatória para aqueles que tanto gostam desse líquido. Sim, nós gostamos de cerveja também, ufa!!!! E não confiamos naqueles que não bebem.

Chegamos as 20:30, o bar não estava lotado e conseguimos uma mesa bem legal na parte de baixo, que estava mais cheio, mas mesmo assim tranquilo, e como fazia um frio trincante lá é mais agradável. Assim que sentamos, nosso garçom, o Raimundo já nos trouxe o cardápio de cervejas e o de acepipes. Como esperávamos a  Dra. Juliana, resolvemos pedir uma cerveja e claro que iniciamos pela boa, velha e nunca decepcionante Guiness. Parem tudo, e reflitam comigo: “Guiness é a ambrosia das Cervejas”. Se você não provou, faça-o, afinal é uma obrigação moral, cívica e quase religiosa.

Na seqüência pedimos uma Old Speckled Hen, boa cerveja também, uma cor acobreada bem legal e saborosa, caiu bem depois da Guiness e casou bem com a porção de fritas que havíamos pedido. Seguindo a nossa degustação cervejeira passamos então a uma Rothaus Pils, uma pilsen alemã, clara e leve. E o papo foi ficando cada vez mais solto e alegre (hicup!!).

Finalmente Dr. Juliana chega e fomos àquela parte que todos esperam a avaliação, afinal isso aqui é um blog de Coxinhas. Mas fica uma dica, se quiserem um blog sobre cervejas e com bons comentários vale a pena visitar o Boteco e Cerveja.

Vale constar a Juliana pediu uma Wexford.

Vamos lá às notas:

Gabú Piero Yuji Juliana
Casca  8,0 80  8,5 6,0
Massa
Leveza  7,0  6,0  8,0 7,0
Tempero  6,0  5,0  8,5 8,0
Espessura  7,0  6,0  9,0 6,0
Frango
Compactação  6,5  7,0  7,5 7,0
Tempero 6,5  7,0  9,0 7,0
Quantidade  6,5  7,0  9,0 8,0
Qualid. Do Desfiado 5,5  5,5  7,0 7,0
Conjunto da Obra Formato  8,0  7,0  9,0 8,0
Oleosidade  6,0  8,0  9,5 5,0
Sabor  6,0  6,0  8,0 8,0
Tamanho  6,5  6,0  7,0 9,0
Total  79,5  78  100,0 86

Custo: R$ 4,60 (unidade) ou R$ 24,00 (porção com 10 unidades)

Vamos lá aos comentários:

Gabú: Gente, só uma frase pode definir o que foi aquela coxinha tão famosa: “Ah! Vá!”. Parem tudo porque vou soltar a bomba: “Ela não é tudo aquilo que pensam!”. É boa? É… mas nada que se diga a oitava maravilha do mundo. Gostei muito da casquinha, estava crocante que só; o recheio fraco, sem tempero, na foto da pra ver a palidez e dá até pra contar quantos micro pedaços de salsinha estão lá enfeitando, o tempero é totalmente sem paladar. A massa eu achei gostosa e leve, mas da uma pegada no céu da boca, mas ao menos não tem gosto de farinha. O tamanho é menor do que as clássicas de buteco o que nos dá um custo beneficio salgado, bom alguma coisa tinha que ter tempero nessa história, pena que seja o preço (hupf!!!). Os pontos altos foram o formato e o Catupiry, que depois de tanta falta de sabor, enche a boca nas ultimas mordidas.

Piero: O clássico bar da zona norte tem como carro-chefe a extensa carta de cervejas. Pedimos a coxinha individual. Para mim, a impressão é que o salgado é congelado. A casca é a melhor parte do salgado, que é bem definida. A massa pesada e sem tempero, um pouco pegajosa. O frango me pareceu processado, e não está bem misturado com o catupiry. O requeijão é o ponto alto do recheio, que parece ser o verdadeiro Catupiry. O cone, como um todo, me pareceu salgado. Enfim, fiquei um pouco decepcionado para uma casa que tem no sacro quitute seu cartão de visita.

Yudi:  A casca e o frango são realmente campões. A relação custo/beneficio é ruim pelo custo. O catupiri é bom, mas desqualifica a coxinha crássica.
Vale? Sempre, ainda mais acompanhada de breja boa.
Para quem reclamar das notas baixas: essa coxinha é superestimada, galera…

Juliana: A primeira impressão (primeira mesmo, já que nunca tinha provado antes) foi muito boa: douradinha, bonita, mas com a pontinha muito pequena. A minha estava bastante oleosa (mas, estranhamente, não deixou muita marca no guardanapo). Tem bastante recheio, o que faz com que a massa seja um pouco fina demais para o meu gosto. A casca, apesar de muito bonita, estava muito dura pro meu gosto (o que é raro!). A surpresa do catupiry ao me agradou muito porque diminui ainda mais a quantidade de recheio (mas, ate aí, não gosto mesmo de catupiry). No geral, é muito boa e não é à toa que é uma das mais famosas de São Paulo.

VALE OU NÃO VALE: Vale, mas não com louvor. E vale mais pela breja.

Obs: Gente, para os desavisados já deixamos aqui registrado que o FrangÓ é um lugar CARO, as cervejas variam de R$14,00 a R$200,00, normalmente 300mL. As porções tabém não são baratas chegando ao EXAGERO de cobrar R$ 42,00 por um frango a passarinho. Não gostamos nenhum pouco disso, afinal mesmo que seja para sair com amigos para uma noite animada não vale gastar mais de R$ 100,00 para ficar minimamente satisfeito. 

FrangÓ
Largo da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168
Freguesia do Ó – São Paulo – SP
3932-4818
http://www.frangobar.com.br/ 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Avaliação, Coxinha, Freguesia do Ó, Gabú, Piero, Yudi, Zona Norte e marcado , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Coxinha do FrangÓ

  1. Arthur disse:

    Comecei a ler o post curioso pela avaliação dessa coxinha (já provei e não gostei), mas o papo começou com a Guinness, foi passando para as outras cervejas e, bem… que se foda a coxinha!!! Me dá logo outra Guinness!!

    Abraços

    • Gabú disse:

      Boa Arthur… Vale mesmo pela Guiness (abençoada seja). Por nós ficaríamos a noite toda só tomando Guiness, mas como somos bolsistas, a farra foi pouca

  2. Aline F disse:

    realmente é uma coxinha superestimada. não gostei nada!

    e também não gostei do bar, que se diz especializado em cervejas. engraçado que o cardápio conta com mais de 100 rótulos, mas pedimos 4 marcas diferentes que não tinha no dia… fiquei mto decepcionada e não volto nunca mais.

    ps: a do Veloso dá de mil a zero, fora que o ambiente é mto mais gostoso.. pena que está sempre lotado.

    • Gabú disse:

      Aline, deu pra perceber pelas notas e comentários que nossa opinião é a mesma que a sua. Não colocamos no Post mas algumas cervejas que escolhemos também não estavam disponíveis.

      E mais uma vez, Salve o Veloso.

  3. Rafael disse:

    Caros, o carro chefe é a porção de coxinha, a individual nunca foi e jamais será a melhor… Quanto as cervejas, como são importadas ou de micro cervejarias a disponibilidade pode variar, todos que frequentam o bar a anos já sabem disso…

  4. verisssss disse:

    Putz, é uma decepção tão grande quando a gente vai para um lugar super conhecido e conceituado, mas acaba vendo que a comida não é tão boa…
    =(
    Tivemos isso numa hamburgueria da Vila Madalena. Tão ruim, que eu até já esqueci o nome.

    =(

    Bjs!
    veri

  5. Talvez vcs estivessem com uma expectativa muito alta ou pegaram uma “safra” ruim. Mas a coxinha do Frangó foi a melhor que já experimentei e o bar é muito bom. Enfim, concordo que o ponto fraco é o preço alto.

    • Gabú disse:

      TUdo bem Franciso? Pelo que andamos vendo, o mundo coxinheiro de Sampa é dividido em dois grupos, os que adoram a do FrangÓ e os que adoram as do Veloso. Nós estamos no segundo grupo, rs! Realmente tinhamos uma expectativa alta, afinal o FrangÓ é muito bem conceitado assim como a coxinha, que já foi premiada várias vezes. Pode ter acontecido de pegar um dia não muito bom, isso acontece, todos os bares estão sujeitos a isso. ALgumas pessoas nos disseram para pedir da próxima vez a coxinha porção que é mais gostosa, vamos tentar. Afinal opniões são sempre válidas… e comer coxinha sempre vale…
      Abraços

  6. Carlos disse:

    Beleza aí Gabú?

    Foi bem bacana conhecer você pessoalmente. Pena que o tempo foi curto para tanto assunto….Vamos aguardar os próximos eventos…

    Ainda vou tomar coragem e ir até o Frangó…mas até lá vou curtindo as do Veloso que por enquanto não tem para ninguém na minha opinião…

    Abs

    • Gabú disse:

      Hahahahaha! Compartilho em gênero, número e grau com você, não querendo ser tendencioso, mas as notas justificam o nosso apreço pelo Veloso…. Vamos marcar de tomar uma lá;;;

      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s